Os 8 principais benefícios do MRP para indústria

O planejamento de requisitos de material (MRP) é um sistema de gerenciamento de manufatura que ajuda os fabricantes a lidar com o planejamento, programação e controle de estoque da produção. MRP também é usado alternadamente para se referir ao planejamento de recursos de manufatura, que na verdade é MRP II. Fabricantes de vários setores têm usado o sistema MRP há quase 30 anos.
A informatização e a tecnologia de dados na era digital elevaram o MRP a uma ferramenta vital de produção, oferecendo diversos benefícios ao fabricante. Aqui estão os 8 principais benefícios dos sistemas MRP.

1 – Controle de inventário

O gerenciamento de estoque é crucial para perceber a eficiência da fabricação. Os sistemas MRP trabalham com dados da programação de produção para determinar o nível exato e o custo do estoque necessário para atender à demanda. Os sistemas MRP mantêm um nível ideal de estoque de peças e materiais, reduzindo os custos de manutenção de estoque. No processo, isso reduz e otimiza os custos de estoque dentro de um período de produção.

2 – Planejamento de compras

A simplificação do processo de produção também depende muito de saber o que está disponível, o que comprar e quando comprar. O planejamento de compra requer um sistema inteligente para rastrear as etapas de produção e identificar todas as compras necessárias, ao mesmo tempo que verifica o cronograma de produção e as entregas de material esperadas. Os gerentes de compras configuram os MRP’s para contatar os fornecedores automaticamente quando houver necessidade de uma compra.

3 – Planejamento de produção

Os sistemas MRP detectam gargalos na linha de produção causados ​​por escassez ou redução de material. Quando isso acontece, o sistema pode redirecionar a produção ou recomendar um redirecionamento para a produção de um produto diferente onde os materiais estiverem disponíveis. Os MRPs também podem concentrar esforços em um determinado estágio de produção em detrimento de outro estágio deficiente de matérias-primas e peças. Os MRP’s ajudam os fabricantes a planejar suas linhas de produção, mesmo quando há restrições de disponibilidade de material.

4 – Agendamento de trabalho

A programação de trabalho gerencia o tempo de produção ativo, prevendo o rendimento esperado e a aderência ao cronograma de produção . Os MRP’s pintam o quadro geral do processo de produção usando o estoque disponível. Os gerentes podem usar essas informações para controlar as operações horárias, equipamentos e tarefas de trabalho, e até mesmo prever com precisão o tempo de trabalho e os custos operacionais.

5 – Gestão de recursos

As matérias-primas são a força vital de qualquer processo de fabricação. Ter informações de controle e prontas sobre a disponibilidade da matéria-prima e o rendimento esperado também dá ao fabricante uma ideia de outros recursos para se envolver no processo. A eficiência aqui é a chave. As informações do sistema MRP informam ao fabricante quais equipamentos são necessários, em que momento e quando é necessária mão de obra extra, bem como se deve alugar ou comprar ativos operacionais.

6 – Gestão de dados e documentação

A manufatura envolve a geração, análise e apresentação de uma enorme quantidade de dados . Os sistemas MRP ajudam os fabricantes a lidar com essas informações. Os MRP’s processam e documentam dados de compra, dados de inventário, entregas e dados de fluxo de caixa em recibos, faturas, listas, relatórios e outras apresentações facilmente estruturadas.

7 – Compra econômica

O sistema leva em consideração a quantidade e o custo dos materiais necessários – incluindo o custo de envio, armazenamento e transporte – para chegar à compra mais economicamente viável para atender à demanda. Os sistemas MRP otimizam as compras de forma econômica com alta precisão, poupando ao fabricante o custo de compras desnecessárias.

8 – Economia de tempo

Os sistemas MRP são totalmente automatizados e requerem pouca intervenção humana. Isso economiza muito tempo de trabalho, normalmente usado para fazer estoque, compras e gerenciamento de produção. O nível de precisão desses sistemas está muito além de qualquer método humano sujeito a erros. Ele também gerencia e armazena dados de produção, o que elimina a necessidade de departamentos inteiros.

A fabricação eficiente requer um planejamento cuidadoso para garantir que você tenha os recursos certos em mãos durante todo o processo de produção.

Fernando Bueno
Siga na rede

Fernando Bueno

Consultor em FBSOLUTIONS
Sou consultor na área de implantação de sistemas ERP, com experiência na análise e implantação de projetos de sistemas, configurando a estrutura do software, capacitando usuários-chaves, ministrando treinamentos e workshops.

Atuando desde 2005 no mercado de tecnologia, desenvolvendo e implantando e sistemas gerenciais, sistemas e sites web e ecommerce.

Siga-me no Linked In
Fernando Bueno
Siga na rede