Como Gerar Documento de Saída no Protheus4 minutos de leitura

Os documentos de saída são preparados para finalização do processo de expedição das mercadorias e/ou prestação de serviços, ou seja, gera os diferentes documentos, como nota fiscal, complemento de preços, complemento de ICMS, complemento de IPI, devolução de compras e beneficiamento, conforme definido no Pedido de Venda.

Para que seja possível a emissão dos documentos de saída, os pedidos de venda devem estar liberados pelas rotinas de análise de crédito do cliente e pela quantidade disponível em estoque dos produtos vendidos, através da rotina de liberação de estoque.

Caso seja informada a quantidade liberada no pedido de venda, o Sistema não verifica o estoque e os pedidos são liberados com base nas quantidades definidas.

É possível gerar o documento de saída, a partir do momento em que os pedidos de venda estão disponíveis pelas análises de crédito e estoque.

Baixe aqui gratuitamente a Apostila de Faturamento ⤵️

📥 Informe seu e-mail para receber o material...


⚠️ Antes de continuar, só um aviso: Caso você esteja com algum problema em seu ERP, na empresa que você trabalha, está sem braços para atender toda a demanda, conheça um pouco do nosso trabalho... Acredito que a FBS pode te ajudar de alguma forma

Ao gerar um documento de saída, o Sistema realiza as seguintes movimentações:

• Cálculo das datas de vencimentos com base nas condições de pagamento;
• Cálculo dos impostos (IPI, ICMS e suas variações e outros tributos);
• Cálculo dos preços unitários e totais, considerando os descontos e os reajustes;
• Atualização da carteira de duplicatas, com a implantação dos títulos gerados;
• Atualização dos saldos em estoques;
• Atualização dos pedidos de venda;
• Gravação dos itens no arquivo de Movimentos de Vendas para posterior emissão das estatísticas, registros fiscais, apuração de custos e lançamentos contábeis;
• Atualização dos dados financeiros dos clientes;
• Cálculo das comissões a partir das informações contidas nos Cadastros de Vendedores e Pedido de Venda;
• Contabilização;
• Escrituração dos Livros Fiscais.

Para gerar o documento de saída:

1. Em Documento de Saída, são apresentados os parâmetros da rotina.

2. Os parâmetros dessa rotina têm preenchimento auto-explicativo, no entanto devem ser observados os seguintes dados:

Filtra já Emitidos?

Informe Sim para que o Sistema selecione os pedidos que já emitiram notas fiscais, exibindo somente aqueles que ainda não foram faturados. Caso seja preenchido com Não, o Sistema traz todos os pedidos, mesmo já faturados e com bloqueio.

Estorno da Liberac.?

É possível estornar a liberação do pedido de venda, através da rotina Preparação de N.F.. Ao informar Posicionado, no momento do estorno, o Sistema exibe a mensagem de confirmação do estorno do pedido onde o cursor estiver posicionado. Ao selecionar a opção Marcados, é realizado o estorno do pedido que estiver marcado.

O pergunte Agrupadores? requer o cadastro prévio de alias das tabelas Clientes (SA1), Produto (SB1), Pedidos de Venda (SC5), Itens de Pedidos de Venda (SC6) e TES (SF4) para exibi-los na tela e deste modo marcar os desejados. Além disso é necessário haver pedidos cadastrados e liberados para faturamento.

3. Configure os parâmetros e confirme.
O Sistema apresenta a janela de manutenção os pedidos, conforme parametrização efetuada.

4. Posicione o cursor sobre os pedidos desejados e dê um duplo clique para marcá-los.
5. Em seguida, selecione a opção Prep. Docs.
6. O Sistema apresenta novos parâmetros.
7. Configure-os e confirme.
O parâmetro Aglut. Pedidos Iguais configurado com S será desconsiderado quando existirem diferenças entre tipos de pedidos, fórmulas de reajustes, condições de pagamentos ou do tipo 9, transportadoras e vendedores.

O parâmetro Dt. Ref. Conversão permite escolher a data de referência para conversão da moeda utilizada no Pedido de Vendas, Documento de Saída e atendimento Televendas; de acordo com a “PORTARIA No. 25 DE 27/11/2008 SECRETARIA DE COMÉRCIO EXTERIOR – SECEX PUBLICADO NO DOU NA PAG. 00236 EM 28/11/2008”.

8. Na sequência, o Sistema apresenta uma tela para definir a Série e o Número na nota fiscal.
9. Caso haja necessidade de alteração, clique sobre o número desejado e redigite-o.
10. Confira os números e confirme.
É apresentada a tela descritiva da rotina. Leia com atenção e confirme.

11. Após a confirmação, as notas fiscais foram geradas e já estão disponíveis para impressão.

 

Fernando Bueno
Siga na rede

Fernando Bueno

Consultor em FBSOLUTIONS
Sou consultor na área de implantação de sistemas ERP, com experiência na análise e implantação de projetos de sistemas, configurando a estrutura do software, capacitando usuários-chaves, ministrando treinamentos e workshops.

Atuando desde 2005 no mercado de tecnologia, desenvolvendo e implantando e sistemas gerenciais, sistemas e sites web e ecommerce.

Siga-me no Linked In
Fernando Bueno
Siga na rede